Conheça a aplicação das características de tolerâncias na mecânica

O sistema de tolerâncias e ajustes consiste em um conjunto de princípios, regras e tabelas que possibilitam a escolha racional de tolerâncias e ajustes de modo a tornar mais econômica à produção de peças mecânicas intercambiáveis.

Este sistema foi estudado inicialmente para a produção de peças mecânicas com até 500 mm de diâmetro, depois foi ampliado para peças com até 3.150 mm de diâmetro. Este sistema estabelece uma série de tolerâncias fundamentais que determinam a precisão da peça, ou seja, a qualidade de trabalho, uma exigência que varia de peça para peça, de uma máquina para outra.

(mais…)

Continue lendo
Como é feita uma aplicação básica das tolerâncias e ajustes na mecânica?

Todo processo de fabricação está sujeito a variações: variação do material, variação da máquina, temperatura, procedimentos inadequados, entre outros fatores. Em função destes fatores, não é possível produzir peças iguais (exatas), ou seja, ocorrem desvios. Para que estes desvios ocorram dentro de uma faixa conhecida, foram estabelecidas as tolerâncias.

As definições citadas abaixo estão de acordo com a norma NBR- 6158: 1995.

(mais…)

Continue lendo
O que é fibramento mecânico?

Durante o processo de conformação dos materiais é possível se obter uma característica que se denomina fibramento, esse fluxo contínuo trás contribuições para a melhoria das propriedades mecânicas do produto, principalmente, na resistência à fadiga. Além disso, o fibramento do material fornece a informação de qual é o tipo de conformação que o material foi submetido: seja laminado, forjado, extrudado e etc. Ainda com o fibramento também se consegue indicar onde ocorreu a usinagem do produto pelo corte das fibras.

IMAGEM 1

(mais…)

Continue lendo
O que são e para que servem os extensômetros?

Antes de conhecer os extensômetros, devemos saber que este equipamento é aplicado nos testes de tração de materiais, que consiste basicamente na aplicação de uma força de tração coincidente com o eixo do corpo de prova, simultaneamente a isso, se mede a força aplicada e a deformação que o material sofre na aplicação da carga. Esta força aplicada é medida por um equipamento chamado de dinamômetro que deve ser previamente calibrado, onde dependendo do tipo da máquina de ensaio, pode ser baseado nos mais diferentes princípios.

(mais…)

Continue lendo
Como é feito o teste de dureza Vickers?

Em outros artigos tivemos a oportunidade de conhecer as características e comportamentos de dois testes de dureza, chamados de Rockwell e Brinell, cada um com sua aplicação específica.

Outro método de medição da dureza que temos é chamado de Vickers. Conheceremos seu método de leitura e interpretação quando aplicado como teste de dureza nos materiais da indústria mecânica.

(mais…)

Continue lendo
Como acontece o ensaio de dureza Brinell?

Em outro artigo tivemos a oportunidade de conhecer o ensaio de dureza Rockwell, porém ele não é o único responsável por mensurar a dureza dos materiais. Hoje conheceremos o ensaio de dureza Brinell, suas principais características e seu método de medição.

No método de medição de dureza Brinell o processo de endentar o material possui uma esfera de aço endurecido ou metal duro com aproximadamente 10 mm de diâmetro com uma carga de 3000 kgf., na medição de materiais mais moles a carga pode ser reduzida para 1500 kg ou 500 kg, evitando uma excessiva endentação.

Normalmente a carga total é aplicada no material em volta de 10 ou 15 segundos em materiais como aço ou ferro fundido e para outros materiais se aplica a carga por pelo menos 30 segundos. Em testes com metais muito duros, a esfera de aço é substituída por uma esfera de carboneto de tungstênio.

(mais…)

Continue lendo
Conheça as características dos ensaios de dureza na área da mecânica

Na mecânica é fundamental que se conheça o comportamento da matéria prima com que se esta trabalhando, conhecer suas propriedades mecânicas em várias condições de trabalho, isso seja para parte de projeto ou manufatura para grandes e pequenos componentes. Deve-se conhecer as condições de uso que envolvem principalmente temperaturas, tipo de cargas, sua frequência de aplicação, desgaste e poder de deformação.

Para que se consiga prever certos tipos de comportamentos dos materiais e se munir de algumas atitudes corretas, é imprescindível que o projetista tenha acesso a determinados ensaios mecânicos.

(mais…)

Continue lendo
Como acontece o ensaio de dureza Rockwell?

Iremos conhecer o ensaio de dureza Rockwell, suas principais características e seu método de medição, este que é um dos principais métodos de medição de dureza de um material.

O ensaio de dureza Rockwell tem como principal objetivo endentar o material que está sofrendo o teste com um cone de diamante ou um endentador de esfera de aço endurecido. O endentador sofre uma força contra a superfície do corpo de prova com uma pré-carga chamada de F0, normalmente se aplica 10kgf. Quando se atinge o equilíbrio, um dispositivo indicativo da máquina que segue os movimentos do endentador e responde às variações da profundidade de penetração é levado para a posição zero.

(mais…)

Continue lendo
A utilização de aços para fabricação de ferramentas

Para a fabricação de ferramentas de corte, dobra, repuxo e injeção, deve-se utilizar tipos de aços especiais é o que chamamos de aço ferramenta.

As operações que sempre irão utilizar esse tipo de aço na fabricação de suas ferramentas são as operações de corte, estampagem, embutimento, forjamento, extrusão e laminação, pois são nessas operações que os materiais a serem trabalhados sofrem uma transformação em sua estrutura para chegar ao produto final desejado. Cada uma destas operações requer que o aço ferramenta apresente propriedades especiais.

(mais…)

Continue lendo
X