Aprenda sobre o conceito de estampabilidade

Aprenda sobre o conceito de estampabilidade

Quando falamos de estampabilidade de materiais metálicos estamos trabalhando com a capacidade que uma chapa metálica tem para ser conformada à forma de uma matriz, quando é submetida ao processo de estampagem, isso sem se romper ou apresentar qualquer outro tipo de defeito superficial ou defeito de forma.

A análise da estampabilidade de chapas é significativa tanto para o usuário do material em uma planta de estamparia como para o fabricante da chapa. A avaliação da estampabilidade de uma chapa metálica exige que sejam executados muitos testes, onde citamos os ensaios simulativos, tais como o ensaio de Erichsen, ensaio de Olsen e ensaio de Fukui.

Abaixo o aspecto de corpo de prova fraturado no ensaio de estampabilidade:

1

Basicamente os ensaios simulativos, consistem em estirar um corpo de prova de forma definida até que os primeiros pontos de ruptura comecem a aparecer, a partir dessa ruptura são medidos os parâmetros geométricos para avaliação da estampabilidade.

A importância do coeficiente de encruamento na estampabilidade

O coeficiente de encruamento é, normalmente, definido em função da Equação de Hollomon, presente no ensaio de tração. “Pode-se demonstrar que o coeficiente de encruamento, n, é igual à deformação uniforme ocorrida até o início da estricção”. Confira abaixo a Equação de Hollomon:

imagem-1

Para ser maior a capacidade do material de se deformar, devemos ter um maior coeficiente de encruamento, isso sem que ocorra a estricção.

O coeficiente de encruamento é uma medida relacionada à ductilidade do material e essa característica é muito importante de se considerar, principalmente quando se realiza uma operação com forte componente de estiramento.

Para se medir o coeficiente de encruamento devemos linearizar a equação de Hollomon, através da aplicação de logaritmos (não importando a base) assim então se faz uma regressão linear de log s versus log e, a partir dos dados obtidos em ensaio de tração uniaxial. Chega-se assim ao coeficiente angular da reta representativa da equação linearizada. Veja os valores de “n” para a Equação de Hollomon:

imagem-2

Com isso, devemos nos apegar as principais características e aplicação do estudo da estampabilidade.

Bom trabalho!

Publicado por

Rafael Mascarenhas

Projetista de ferramentas e Programador de máquinas CNC há mais de cinco anos. Ambas as funções realizadas com auxílio de softwares de CAD e CAM, tais como SolidWorks, NX, AutoCAD, SolidCAM, EdgeCAM, entre outros. Cursando ensino superior em Engenharia Mecânica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X